Todo mundo já sabe que períodos de férias são importantes para manter a saúde física e mental minimamente equilibrada. Mas um projeto recente chamado de estudo Framingham, que estudou mulheres trabalhadoras por 20 anos, mostrou que não tirar férias pode aumentar a chance de problemas cardíacos.

Para chegar a esse resultado foram analisadas as relações entre a frequência com que essas mulheres tiravam férias e a incidência de problemas cardíacos. As trabalhadoras que tiravam férias a cada seis anos tinham duas vezes mais chance de ter problemas cardiovasculares do que aquelas que paravam para relaxar ou viajar pelo menos duas vezes por ano.

Vacation

Uma outra pesquisa, desta vez realizada com homens, indicou que jornadas longas de trabalho (dez horas ou mais) aumentam em 80% os riscos de doenças coronárias por conta da exposição prolongada ao stress.

Quando o assunto é a mente, as férias também mostram sua importância. Uma pesquisa chamada Whitehall II mostrou que trabalhar mais de 11 horas por dia dobra as chances da ocorrência de um episódio de depressão grave, se usados como comparação trabalhadores com turnos de sete ou oito horas.

Já um estudo da Universidade de Uppsala, na Suécia, diagnosticou melhora psicológica depois de temporadas de férias e mostrou que depois do descanso as pessoas inclusive consomem menos remédios. A criatividade também foi identificada como fator variável, notando-se que aumentava em mentes descansadas.

Via Exame

Gostou desse artigo? Continue recebendo nossos posts, dicas e e-books gratuitos!

Coloque seu e-mail abaixo e entre para nossa lista VIP!

Fique tranquilo seus dados estão 100% seguros e somos totalmente contra Spam.