Planejando em encarar a estrada sozinho? Confira 20 dicas essenciais para quem vai viajar sozinho.

viajar sozinho
Respire fundo e se jogue na viagem!

Viajar sozinho é uma prática que vem crescendo em popularidade. A ideia pode até assustar alguns, mas o número de viajantes solo só aumenta. As viagens low-cost, claro, têm seu papel nisso, e para cada pessoa que volta de uma aventura solo, pelo menos outra se inspira para fazer o mesmo.

Se você é um desses viajantes solo – de primeira viagem ou experiente – confira a seguir 20 dicas de como viajar sozinho. Algumas podem parecer óbvias, outras assustadoras, outras até apavorantes, mas acredite: todas levam valem a pena serem consideradas.

1. Saia da sua zona de conforto

Viajar sozinho dá a oportunidade de fazer o que você quiser, quando você bem entender. Mas cuidado para não ficar sempre dentro da sua zona de conforto. Conheça os seus limites, vá no seu próprio ritmo – mas desafie a você mesmo! Seja falar com estranhos ou desligar o GPS por um dia – faça alguma coisa que te dê aquela sensação de “será?”.

2. Coma junto aos locais

viajar sozinho

Ahhh a aventura de comer algo desconhecido!

Comida é uma parte tão essencial da viagem. Das pequenas barracas de rua aos mercados gastronômicos, saia e veja o que os moradores locais comem. Pode até ser que te digam que tal coisa não é aconselhável para um estrangeiro provar, mas na maioria das vezes, o resultado pode ser surpreendente. Então, quando estiver viajando, arrisque-se e coma algo que você simplesmente não sabe que é.

3. Couchsurf

Não é para todo mundo, mas se você quiser realmente conhecer moradores locais ou não quer pagar hospedagem, então CouchSurfing é a pedida. O crescimento da prática de emprestar o sofá significa que é bem mais seguro do que pode parecer. Você não precisa fazer durante toda a viagem se não estiver seguro sobre a ideia. Faça uma experiência. Se funcionar bem, faça de novo. Se não, você pelo menos já riscou o número um dessa lista!

4. Aprenda um pouquinho da língua

Não é preciso aprender frases complicadas, mas umas poucas palavras já vão ajudar bastante. Obrigado, por favor, sim, não, o nome do seu país – e mesmo se seu sotaque pesar, o máximo que vai acontecer é colocar um sorriso no rosto das pessoas.

5. Use o máximo de contatos locais

Encontre aquele amigo do amigo do amigo e use ao máximo esses contatos. Conhecimento local nunca é demais quanto se viaja sozinho. Sim, é mais fácil seguir as multidões quando se viaja solo, mas se você conhece alguém para indicar as ruazinhas e locais secretos – você vai voltar da viagem com histórias muito mais especiais.

6. Siga seu instinto

viajar sozinho

Humm… talvez não seja uma boa ideia.

Siga sempre a sua intuição! Se você acha que aquela rua deserta parece um pouco suspeita, não vá por ela. Se aquela pessoa parece meio estranha, invente alguma coisa e fuja dela. Se aquela ponte parece meio bamba, não passe por ela. Viajar sozinho não significa ter que bancar o herói.

7. Minta um pouquinho

Nem todo mundo precisa saber que você está viajando sozinho. Em caso de dúvida, diga para as pessoas que você vai encontrar com amigos/marido/esposa. Em alguns países, pode ajudar ter uma aliança de mentirinha no dedo caso você acha necessário.

8. Coma sozinho e sente no bar

Comer sozinho pode ser quebra-gelo daqueles…Sente no bar – quando houver um – e converse com os funcionários, ou seus vizinhos. Se você não fizer nenhum amigo, pelo menos vai conseguir algumas boas dicas locais.

9. Cuidado com a mala

Não importa se você vai ficar em um mesmo lugar por semanas, ou se vai ficar mudando constantemente – não exagere na hora de fazer a mala. É uma dica óbvia, mas uma que realmente importa quando se viaja sozinho. A última coisa que você precisa é arrastar uma mala gigante por onde quer que vá.

10. Use os tours organizados

viajar sozinho

“Olha aquilo lá que legal!”

De vez em quando, fazer um tour organizado pode ser uma boa pedida. Se você quer poupar tempo, ou quiser ver as atrações locais com um expert no assunto, não há nada de errado nisso. Os tours te dão a chance de conhecer outros viajantes, se informar de coisas que você nunca ouviria falar, e ter um break de ser aquele que organiza todos os passeios.

11. Compre um chip local

Se você estiver viajando por um longo período, a melhor coisa é investir em um chip de telefone local. Passe seu número para as pessoas que realmente importam. E também vai ser muito útil para fazer aquelas postagens nas redes sociais.

12. Baixe aplicativos úteis

Tem muito aplicativo de viagem bacana hoje em dia. De tradutores até números de telefone de emergência, alguns são mesmo imprescindíveis. Confira também os guias momondo places (em inglês), com 14 cidades disponíveis, todos gratuitos e offline, para não ter que gastar com dados de internet.

13. Converse com as pessoas

Seja no supermercado, no hotel, no restaurante, na loja, no táxi – socialize! Pode parecer estranho no início, mas você nunca sabe o que pode aprender ou quem você pode conhecer. Vale a pena!

14. Faça cópia de seus documentos

Chato, mas importante. Tire uma foto ou escaneie todos os seus documentos. Envie por email para você e uma pessoa de confiança. Se algo sumir, pelo menos você tem um backup.

Leia mais: nossa popular checklist de viagem vai te ajudar a preparar ainda mais a sua aventura.

15. Segurança sempre

viajar sozinho

A sua mãe sabe que você tá aqui?

Tão importante – se não for pela sua segurança, pelo menos que seja pela paz de espírito dos que se importam com você. Faça contato (email, mensagem) com alguém de casa toda vez que você sair ou chegar de algum lugar, e certifique-se que alguém de sua confiança tenha o seu itinerário completo. Se você vai sair escalando, andando de kayak ou fazer algo sozinho por um longo tempo, deixe sempre alguém – do seu hotel/camping/hostel – informado.

16. Faça um seguro

Nem custa tanto ter paz de espírito. Você nunca, nunca, sabe o que pode acontecer – da companhia aérea que pode falir até acidentes inesperados que não têm como prever. Acredite, você vai se odiar se não estiver segurado.

17. Compre seu próprio GPS

Se você alugar um carro, cheque quanto custa o GPS junto à empresa de aluguel – e depois cheque quanto custa comprar um. Se você está planejando dirigir por mais de uma semana, pode sair mais barato comprar o seu próprio GPS e carregá-lo com você.

18. Algo para ler

Você vai ter tempo para ler – seja depois de um longo dia na estrada, um dia duro relaxando na praia, ou um dia produtivo conhecendo novas pessoas – não há nada como relaxar e ler um bom livro. Um e-reader é essencial se você pensar em levar mais de um livro. O espaço que se poupa na mala vai valer – e muito – a pena.

19. Fuja dos caminhos turísticos

viajar sozinho

“Para onde eu vou, não preciso de estradas.”

Não siga sempre as multidões. Sim, um tour guiado ou o caminho mais rápido será a melhor escolha de vez em quando, mas sempre que puder, escolha aquela estrada menos viajada.

20. Seja respeitoso

Não importa qual seja o seu destino no mundo, preste sempre atenção nos sins e nãos da cultura local. Ainda que alguns tropeços estrangeiros sejam facilmente perdoados, têm coisas que não se pode fazer. E você não vai demorar muito para descobrir quais são, então não custa seguir as “regras” e mostrar toda a sua educação.

Gostou da ideia? Então mãos à obra – ou melhor, pé na estrada! Se você ainda não montou sua viagem, leia sobre os 20 melhores países para viajar sozinho ou as 7 melhores cidades para viajar sozinho. Ou então, que tal se arriscar por esses destinos baratos na América do Sul ou um mochilão pela Europa?

Gostou desse artigo? Continue recebendo nossos posts, dicas e e-books gratuitos!

Coloque seu e-mail abaixo e entre para nossa lista VIP!

Fique tranquilo seus dados estão 100% seguros e somos totalmente contra Spam.