Brasileiro viaja para países que “não existem” e lança guia com dicas para quem quer visitá-los

A ONU (Organização das Nações Unidas) não reconhece a existência de vários países ao redor do mundo. Quando o brasileiro Guilherme Canever desembarcou em Somalilândia ficou sabendo que o local se tratava de um país que ficou independente da Somália em 1991, mas que oficialmente não possui reconhecimento internacional.

Isso despertou sua curiosidade e a partir daí o engenheiro florestal passou a pesquisar sobre o é necessário para que um país faça parte da lista da ONU. Ele viajou para dez ‘países inexistentes’ e agora lançou o livro “Uma Viagem pelos Países que não existem”, no qual fala sobre a experiência.

Canever conheceu a Transnístria, Abecásia, Nagorno-Karabakh, Ossétia do Sul, Saara Ocidental, Chipre do Norte, Somailândia, Taiwan, Palestina e Kosovo.

Confira algumas fotos da aventura:

guilhermecanever

guilherme2

paises_que_nao_existem

Todas as fotos © Guilherme Canever

Gostou desse artigo? Continue recebendo nossos posts, dicas e e-books gratuitos!

Coloque seu e-mail abaixo e entre para nossa lista VIP!

Fique tranquilo seus dados estão 100% seguros e somos totalmente contra Spam.