Parlamento Húngaro de Budapeste

1. Hungria: Parlamento Húngaro, Budapeste

Budapeste é uma das capitais favoritas da região graças à sua beleza única, marcada pela herança do Império Austro-Húngaro em seus patrimônios invejáveis. Aqui, a parada obrigatória é o Prédio do Parlamento – a maior e mais atraente construção da cidade, com sua arquitetura neogótica à beira do Rio Danúbio

 Cidade Velha, Cracóvia

2. Polônia: Cidade Velha, Cracóvia

Considerada um dos países mais religiosos do mundo, a Polônia guarda muitas reverências ao catolicismo. A Cracóvia, principal polo cultural do país, concentra construções medievais e igrejas históricas em sua linda Cidade Velha, tombada como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. Não deixe de conhecer a Praça do Mercado, com lojas variadas.

 Teatro Romano, Plovdiv

3. Bulgária: Teatro Romano, Plovdiv

Cores vivas, arte e religião se misturam nessa cidade búlgara, repleta de história e cultura. Em Plovdiv, há muitos cenários fotogênicos graças às suas incríveis montanhas. Em meio a tudo isso, o Teatro Romano se destaca com sua construção datada do século II e suas entradas baratíssimas, que conduzem a apresentações de danças típicas e concertos

 Bran Castle, Transylvania, Romênia

4. Romênia: Castelo de Bran, Transilvânia.

Gastronomia peculiar, paisagens bucólicas e povo acolhedor. A Romênia é um dos países que mais se aproximam dos latinos quando o assunto é simpatia, visto que seus moradores prezam pelo contato. Aqui, vale visitar o Castelo de Bran, na Transilvânia, inspirado pelo Conde Drácula e conhecido pela atmosfera enigmática

 Parque Nacional dos Lagos de Plitvice, Croácia

5. Croácia: Parque Nacional dos Lagos de Plitvice

Lagos e cachoeiras paradisíacas conferiram ao lugar o título de Patrimônio Natural da UNESCO. Aqui, é impossível não se impressionar com os cenários marcantes, que se estendem em uma área de vinte mil hectares. Localizado no coração dos Balcãs, a 150 km da capital Zagreb, o parque é um dos lugares mais lindos da região

 Montanhas Tatra, na Eslováquia, vistas a partir da Polônia

6. Eslováquia: Montanhas Tatra

O destino mais comum da Eslováquia é o Centro Histórico e demais atrações de sua capital Bratislava – pertinho de Viena, na Áustria. No entanto, é ao norte do país que se localiza uma de suas mais belas atrações: as Montanhas Tatra, na fronteira com a Polônia, marcada por picos rochosos e trilhas bem organizadas. Na foto, as montanhas em uma vista panorâmica a partir da Polônia

 Parque Nacional do Triglav e Lago Bohinj, Eslovênia

7. Eslovênia: Parque Nacional do Triglav

Os cenários românticos da pequena Eslovênia são ótimos para serem explorados a dois. Por aqui, há muitas opções naturebas, marcadas por trilhas, montanhas e parques. O mais marcante, que atende pelo nome de Triglav, abriga o lindo Lago Bohinj – um dos mais espetaculares do continente

 Centro Histórico de Talinn, Estônia

8. Estônia: Centro Histórico de Talinn

Pequeno e gracioso, esse país báltico luta até hoje para se libertar das influências russas. Suas atrações são muito charmosas, sobretudo na capital Talinn – que leva a vantagem de estar pertinho da finlandesa Helsinque. O seu maior patrimônio é o Centro Histórico, tombado pela UNESCO e repleto de torres, muralhas e construções medievais que valorizam sua beleza

 Parque Nacional Gauja, Letônia

9. Letônia: Parque Nacional Gauja

Vizinha da Estônia, e igualmente charmosa, a Letônia é um daqueles países que dá pra conhecer em uma viagem curta, sobretudo pela beleza do Parque Nacional Gauja – habitado durante séculos por tribos locais e cortado pelo rio homônimo. O acesso para ver suas falésias e trilhas é feito a partir de Sigulda, no interior do país

 Castelo de Kaunas, Lituânia

10. Lituânia: Castelo de Kaunas

Fechando o trio dos países bálticos, a Lituânia concentra uma quantidade significativa de florestas e lagos. Apesar disso, suas construções estão no topo das atrações que mais cativam os viajantes. Vale visitar a cidade medieval de Kaunas, que abriga o primeiro castelo construído no país – e que serviu como rota de fuga na época das Cruzadas

 Praça Vermelha de Moscou

11. Rússia: Praça Vermelha, Moscou

Apesar das muitas polêmicas envolvendo o presidente Vladimir Putin, e de uma certa áurea de conservadorismo, a Rússia continua sendo um destino extremamente interessante. Na capital Moscou, não há como esquecer as cores fortes da Praça Vermelha, que abriga as muralhas de Krêmlin e a linda Catedral de São Basílio – principal cartão-postal do lugar

 Usina de Chernobyl, Ucrânia

12. Ucrânia: Cidade Fantasma de Pripyat e Usina de Chernobyl

Localizada a aproximadamente 120 km de Kiev, capital do país, essa cidade foi palco do pior desastre nuclear da história – que resultou em muitas mortes e evacuações, além de afetar a saúde de milhares de pessoas. Hoje, a região foi liberada para turismo, ideal para quem tem estômago forte para encarar lugares tragicamente abandonados

 Djavolja Varos, Cidade do Diabo, Sérvia

13. Sérvia: Djavolja Varos, Cidade do Diabo

A Sérvia é um país extremamente interessante graças às diversas ruínas, que denunciam seu passado de guerras. Passando pela capital Belgrado, que se reconstruiu bem após a Segunda Guerra Mundial, há as peculiares formações rochosas de Djavolja Varos, que oferecem um cenário inesquecível e bem curioso

 Igreja de Nossa Senhora Vitoriosa, Praga

14. República Tcheca: Igreja de Nossa Senhora Vitoriosa, Praga

Não é à toa que os turistas adoram se esbaldar em Praga: a capital é um atrativo para compras devido a seus preços bacanas e suas construções históricas. A Igreja de Nossa Senhora Vitoriosa, por exemplo, abriga uma das estátuas mais veneradas do mundo: a do Menino Jesus, que impressiona pela beleza e riqueza de detalhes

 Catedral de Etchmiadzin, Armênia

15. Armênia: Catedral de Etchmiadzin, Vagharshapat

Situada em uma região montanhosa, a Armênia tem construções que evidenciam suas raízes no Cristianismo. Na antiguíssima Vagharshapat, há a emblemática Catedral de Etchmiadzin, datada do século V. Linda e bem preservada, ela é um dos cartões-postais mais emblemáticos do país, sendo considerada a catedral mais antiga do mundo

Você vai gostar também:

5 atrações com ótimo custo x benefício nos países do leste europeu

10 lugares do mundo que pagam para você morar lá

10 dicas para viajar com tranquilidade

Gostou desse artigo? Continue recebendo nossos posts, dicas e e-books gratuitos!

Coloque seu e-mail abaixo e entre para nossa lista VIP!

Fique tranquilo seus dados estão 100% seguros e somos totalmente contra Spam.